Vivendo...

domingo, 3 de janeiro de 2010

NESTE ANO...

Quero ser mais disciplinada, quero cuidar mais de mim, quero ir em busca dos meus sonhos;
Quero não me esquecer de quem sou, do que sinto e de quem desejo ser;
Quero ser feliz, bela e amada e quero amar muito também;
Quero estar sempre rodeada de gente querida, nem que seja só em pensamento e coração;
Quero não me sentir solitária, nem falando sozinha, quero me divertir;
Quero ter saúde e disposição física e emocional;
Quero rir muito, sorrir muito, gargalhar, cantar, dançar;

Quero viajar... viajar muito, conhecer novos lugares e rever os que já conheço;
Quero ter paciência e tolerância com quem não aprende e quero aprender a esperar;

Quero ter a sabedoria de fazer as escolhas certas e a humildade de admitir que errei ou que não sei;
Quero ajudar as pessoas sempre que possível e aceitar ser ajudada sempre que precisar;
Quero estar sintonizada com meu coração e ser mais desapegada;
Quero aprender a perder, quero aprender a ganhar, aprender a agradecer e a parar de reclamar;
Quero aprender sempre mais, quero descobrir e fazer coisas em conjunto;
Quero me lembrar sempre das coisas que me aconchegam a alma e esquecer completamente das que um dia me machucaram;
Quero caminhar atentamente pela vida e não me perder daquilo que realmente é importante;
Quero me encontrar no olhar de quem me olha e sorrir inteira para quem me sorri;
Quero gastar meu tempo descansando numa rede ou trabalhando intensamente nas coisas que me dão prazer;

Quero continuar a ser criança, sendo cada vez mais sábia;

Quero correr atrás de borboletas, sentir o perfume das flores e acreditar em fadas;
Quero contar e ouvir histórias, brincar de roda e sair de mãos dadas com quem quiser brincar;

Quero ter óculos cor de rosa para enxergar a vida mais bonita e acreditar que é possível mudar;
Quero tomar banho de chuva e me secar ao sol;
Quero caminhar sem rumo, quero caminhar com rumo, quero chegar;
Quero me lembrar sempre que as tempestades vêm e passam;
Quero não me esquecer nunca de que quando sinto frio na alma, posso me aquecer com minha colcha de lembranças;
Quero evitar tropeços nas pedras do caminho mas, se me esborrachar, quero poder chorar até me sentir melhor;
Quero ser forte o suficiente para aceitar minhas fragilidades;
Quero ser firme em minhas interações, usando a delicadeza como moeda;
Quero ser cautelosa em minha ousadia e impetuosa na timidez;
Quero me despojar de preconceitos e ser capaz de experimentar o novo;
Quero me doar inteiramente, por amor, sem nunca, entretanto, me perder de mim;
Quero me lembrar sempre que nem tudo tem o tamanho e a importância que aparenta;

Quero não me esquecer do quanto sou importante, nem de que sou apenas mera poeira cósmica;
Quero trilhar um caminho de beleza e honradez, lembrando sempre que carrego marcas de meus ancestrais, que seguirão em meus descendentes;
Quero ter uma infinidade de amigos e ser a melhor amiga de cada um deles;
Quero praticar o perdão e a compaixão e me sentir, a cada dia, uma pessoa melhor;

Quero ter o coração ocupado apenas pelo amor e descartar qualquer tentativa de invasão por mágoas, rancores, ciúmes ou bobagens de qualquer natureza;
Quero levar a vida a sério, me divertindo muito e vivendo intensamente cada segundo;
Quero ter consciência de que cabe a mim, somente a mim, promover a minha própria felicidade;
Quero esbanjar amor, beijos, abraços e sorrisos...

E quero não precisar querer nada e me deixar ser simplesmente feliz!

Nenhum comentário: